Agora o ano começa realmente para o Inter


Após confirmar a classificação contra o Náutico, o Inter enfrentará uma série de partidas difíceis contra equipes de primeira linha do futebol brasileiro. A estréia no Campeonato Brasileiro é neste domingo, contra o Corinthians, em um jogo bastante aguardado pela torcida e pela crônica esportiva. Sem muito tempo para respirar, na quarta-feira o time segue para o Rio, para enfrentar o Flamengo pelas quartas-de-final da Copa do Brasil. No retorno à Porto Alegre, encara o Palmeiras no outro domingo (17/05), novamente o Flamengo na partida de volta da Copa (20/05), e depois vai a Goiânia enfrentar o Goiás pelo Campeonato Brasileiro, no dia 23. Se for à semifinal da Copa do Brasil, ainda deverá enfrentar o vencedor de Coritiba X Ponte Preta no dia 27 ou 28, e encerra o mês contra o Avaí, no Beira-rio, dia 31 (em tese, o jogo com menos dificuldades).

Aonde quero chegar com esta longa lista? Ao fato de que neste mês o Inter terá pelo menos cinco jogos difíceis, e que não haverá mais a desculpa que o time não foi suficientemente testado. Alguns hoje estão encantados com o futebol apresentado pelo Inter, apontando-o como melhor time do Brasil. Outros desdenham do retrospecto, afirmando que só houve enfrentamento contra adversários fracos. Eu me coloco no meio-termo e endosso as palavras do técnico Tite, que ponderou: “Toda a projeção, que se desconsidera tudo o que foi feito deve se ter cuidado porque se tira méritos de uma campanha feita. Ao mesmo tempo fazer elogios sem ter uma sequência de jogos importantes do nível do Brasileiro também está errado.”. Ou seja, o Inter cumpriu sua missão no Gauchão e no início da Copa do Brasil, vencendo os pequenos, na maioria das vezes com futebol convincente e com muitas goleadas, e tem todos os méritos por isso. Porém, não podemos ter certeza se o time é tão bom quanto parece sem enfrentar adversários mais qualificados, o que começa a ocorrer agora.

Então, o que nos resta é aguardar por este mês eletrizante, após algumas semanas de certo marasmo. Se houver alguns tropeços, será cedo para fazer terra arrasada e dar razão aos críticos. Porém, se confirmar contra os grandes o potencial demonstrado diante dos pequenos, a torcida realmente terá razão para ficar eufórica e esperar por grandes títulos no ano do centenário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: