Inter vai às semifinais em jogo emocionante


Foi com muita emoção, para matar torcedores e secadores do coração. Em um jogo de poucas chances de gol, muita marcação e disputa de bola, o Inter levou a melhor no final e saiu com a classificação. Andrezinho, que recém havia entrado, foi o salvador da noite, mas o grande destaque foi Guiñazu, pela raça, disposição e capacidade de enfrentamento demonstradas.
O Flamengo repetiu a grande marcação exercida no Maracanã. No time colorado, D’Alessandro até conseguiu vantagem em alguns lances, mas quando o fazia, o passe saía alguns centímetros mais a frente. O Flamengo arriscava em chutes de média distância, já que o seu ataque continuava inoperante. Diante deste quadro, o gol só poderia surgir numa falha do adversário. E foi assim, com Juan entregando uma bola para Nilmar aos 42 min que saiu o gol colorado. Taison acompanhou a velocidade do companheiro e recebeu cruzamento fora do alcance dos zagueiros e do goleiro para completar para o gol.

Em desvantagem, o Flamengo teve que partir para o ataque e abriu espaços para o Inter. O time não soube transformar o domínio que teve na segunda etapa em oportunidades de gol. E aí Tite resolveu tentar segurar o resultado, tirando Rosinei, de fraca atuação, e mandando a campo Glaydson, um jogador mais defensivo. Enquanto isso, Cuca trocava um meia ofensivo por um atacante. E, casualmente ou não, logo em seguida Emerson, que tinha entrado há pouco, recebeu cruzamento de Kleberson e empatou. O gol não esmoreceu a torcida colorada, e Tite se obrigou a aumentar o poderio ofensivo do time, retirando Danilo Silva e colocando Alecsandro. O Inter pressionava, mas não concluía a gol, e o Flamengo se encolhia, tirando o autor do gol para colocar um zagueiro. A última cartada de Tite, aos 41 do segundo tempo, foi colocar Andrezinho no lugar de Sandro. E numa falta cometida aos 44 minutos por Ibson em Glaydson, que tinha se mandado para o ataque, o ex-flamenguista que recém havia entrado pediu para cobrar, e colocou com perfeição sobre a barreira. Bruno só assistiu à bola entrar. Explosão no Beira-rio. Aí foi só esperar o tempo passar, e quase marcar mais um num contra-ataque. A torcida enlouquecida comemorou muito no final, reconhecendo a grande dificuldade imposta pelo adversário. Jogo igual entre dois times grandes, onde o que tinha mais qualidade no ataque para se aproveitar de erros do adversário e no banco para buscar alternativas de jogo se saiu vitorioso.

O próximo adversário será o Coritiba, que inegavelmente é menos qualificado que o Flamengo. O que não significa que a vaga à final esteja garantida, visto que o formato da competição permite surpresas. Se o Inter joga a primeira sem Guiñazu, grande destaque do jogo, o Coritiba perdeu Marcelinho Paraíba, que certamente será um desfalque muito sentido e sem reposição à altura. O Inter está a um passo da final, mas para isso precisa continuar com muito empenho e superação, que nestes momentos são fundamentais parceiros da qualidade do time.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: