Ficou difícil, mas não impossível


Ironicamente, atuando muito melhor que nos confrontos fora de casa contra Flamengo e Coritiba, o Inter perdeu por 2 a 0 e complicou sua situação na busca pelo título. Desta vez, o time colorado não se encolheu, saiu pro jogo, teve chances de gol, mas quem aproveitou as suas foi o Corinthians de Ronaldo. Aproveitando-se de erros da equipe colorada, não cometendo erros fatais, e ainda contando com uma noite inspirada do goleiro Felipe, o time paulista obteve uma ótima vantagem. Agora, no Beira-rio, o Inter precisará jogar uma partida perfeita para tentar fazer três gols de diferença, ou devolver o placar e tentar vencer nos pênaltis.
Desta vez, Guiñazu e Magrão deixaram de ser meros marcadores recuados e auxiliaram o ataque, aproximando-se de Andrezinho. Este por sua vez substituiu bem D’Alessandro, armando, concluindo e batendo faltas com perigo. Taison infernizou a defesa corinthiana, porém quando teve a melhor chance para descontar e facilitar muito a missão colorada na volta, chutou em cima de Felipe. O mesmo Felipe salvou uma falta de Andrezinho e um chute certeiro de Guiñazu. Mas, se do meio pra frente o Inter foi bem, a defesa falhou em lances capitais que determinaram o placar.
O primeiro gol do Corinthians nasceu de uma bola roubada no meio, onde o lateral avançou livre pela esquerda, recebeu marcação frouxa de Danilo e pode cruzar para Jorge Henrique, que estava mal marcado. O segundo gol nasceu numa polêmica, pois não se sabe se o juiz apitou falta. Caso tenha apitado, o esperto e violento Elias bateu com a bola rolando, a defesa colorada dormiu e Índio ficou no homem a homem com Ronaldo. Mesmo fora de forma, num lance como este ele é fatal: cortou o zagueiro colorado e mandou para o fundo do gol.
Tite, apesar de armar bem o time e conseguir determinar que ele não ficasse muito recuado, teve sua parcela de culpa. Alecsandro não jogou nada, mas substituí-lo por Leandrão, isto nem que o atacante se arrastasse em campo. Além da sua mediocridade, o terceiro reserva conseguiu ser expulso, sendo atacante e entrando no segundo tempo. Não dá pra entender porque Tite o deixou como única opção para o ataque, deixando Maycon, Glaydson e Rosinei no banco e Marquinhos de fora. Deveria arriscar colocando o garoto, que ao menos tem velocidade. Mas talvez imaginasse fazer 1 a 0 e terminar o jogo num 4-6-0, com seis volantes no meio-de-campo.
Por fim, a arbitragem. Em minha opinião, não houve influência direta no resultado. O reclamado pênalti é discutível, pois o jogador corinthiano entra forte, mas pega a bola antes. Alguns juízes marcam, outros não. No lance do segundo gol, não ficou claro se foi apitada a falta. Caso tenha sido, a cobrança foi irregular, mas não se sabe. O que indignou foi o fato de parecer que Héber Roberto Lopes decorou os números dos jogadores do Corinthians pendurados e evitou de apresentar cartões a eles, tirando-os da final. Elias não levou o cartão numa falta idêntica a que Magrão fez e foi punido. Chicão fez várias faltas, pelo menos uma merecedora de cartão. Ou seja, se os desfalques do Inter fizeram falta no primeiro jogo, o Corinthians foi poupado pelo árbitro de entrar desfalcado no segundo.
Ao Inter, resta trabalhar muito, corrigir os defeitos na defesa, e torcer para que as voltas de Bolívar, se conseguir ficar, Kleber, D’Alessandro e Nilmar, principalmente, facilitem a difícil tarefa. Também será preciso um ótimo aproveitamento nas conclusões e muita calma, sabendo que levar um gol pode ser fatal. E a torcida deve jogar junto e apoiar o time durante os noventa minutos, pois só com uma conjunção de todos estes fatores é que o Inter poderá sair campeão de seu estádio daqui a duas semanas.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: