Rumo a Libertadores e na disputa pelo título


Logo após a decepção pela perda do título da Copa do Brasil, o Internacional conseguiu se reconstruir rapidamente e reassumir a liderança do Campeonato Brasileiro. Jogando apenas o suficiente contra o fraco Náutico, o Colorado venceu por 2 a 0, com dois gols de Nilmar, que mais uma vez confirmou sua importância para o time, ainda mais diante das más atuações de Taison e D’Alessandro, os outros dois principais jogadores do time. O time colorado teve bom toque e posse de bola, mas criou poucas oportunidades para marcar o gol. Porém, a defesa do Náutico encarregou-se de falhar duas vezes e facilitar a tarefa.

Voltando ao primeiro lugar, o Inter já acumula uma gordura na luta pela Libertadores, e reafirma-se como um dos principais candidatos ao título. A grande vantagem do Internacional é que os outros dois adversários de maior qualidade, Cruzeiro e Corinthians, ou estão envolvidos com outra competição, ou de ressaca pela conquista. Se o Cruzeiro realmente ganhar a Libertadores e o Corinthians relaxar pela conquista da Copa do Brasil, poucas equipes das que restaram tem capacidade de buscar o título de igual para igual com o Inter. O São Paulo este ano parece não se encontrar em campo, nem fora dele. Ao Palmeiras falta elenco, a menos que creiam Obina manterá esta média de gols, e ainda é necessário arrumar técnico. O Santos não engrena e Kleber Pereira parece que esqueceu definitivamente o caminho do gol. O Atlético Mineiro tem um time apenas médio, e vale lembrar que seu treinador é Celso Roth, o rei das arrancadas espetaculares e derrocadas impressionantes. O Flamengo já perdeu Ibson e quase sempre arruma problemas fora do campo para complicar a vida. O Grêmio, com o ataque que possui, poderá bater times médios e fracos, mas já será uma grande conquista se chegar a uma Libertadores novamente. No Fluminense, já está provado que um Fred só não faz verão. Os demais times nem merecem serem citados, seja pela falta de tradição, pela falta de time, ou pelos dois. Um Vitória ou um Goiás eventualmente chegarão a uma Libertadores, mas na era dos pontos corridos, seria um milagre serem campeões.

Não estou dizendo que o título já é colorado, longe disso. Porém, diante das circunstâncias, mesmo com apenas 25% do campeonato jogado, pode-se dizer que nunca houve cenário tão favorável como agora nos últimos anos.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: